24 fev 2021 às 21:43 hs |
Vereador Ângelo Gari reitera indicações a secretária de obras e apresenta projeto

O vereador Ângelo Gari sessão ordinária dia 23, reiterou  as indicações a secretária de obras indicações essas melhoria na iluminação e rua dos bairros afetados pela chuvas da últimas semanas .

 E também em sessão ordinária vereador Ângelo Gari apresentou projeto de lei Que veda a comercialização de fogos de artifício em benefício a população idosa , autista , e em prol dos animais que se agitam , quando feito o uso dos fogos de artifício também uma forma de proteção a todos que fazem o uso de fogos de artifício pois com o uso vários cidadãos já sofrerem algum tipo e acidente seja ele queimadura , ao perda membros~.

Os fogos de artifício são nocivos, perigosos e invasivos, trazendo sérios riscos à população, aos animais e ao meio ambiente.
Algumas cidades já adotaram a queima de fogos silenciosa, mas o problema vai muito além do barulho. Entenda:

Meio Ambiente
A queima de fogos de artifício emite compostos poluentes para a atmosfera, o que também a caracteriza como uma forma de poluição do ar. Isso tem efeitos não só no meio ambiente, mas na saúde humana.
Há ainda o risco de incêndio, colocando em risco pessoas, faunas, floras e contribuindo ainda mais com a poluição atmosférica.

Humanos
Sabia que mais da metade dos casos de queimadura de mão são em decorrência do uso de fogos de artifício?
Isso mesmo. Também há risco de queimaduras nos olhos, inclusive com perda de visão, amputamento de membros e problemas auditivos gerados pelos estampidos.
Eles causam estresse nas crianças, incomodam quem está dormindo e pessoas em hospitais. Podem causar ataque epilético, ataque cardíaco e desnorteamento.
Ou seja, uma forma de divertimento altamente perigosa, que faz mal não só a quem assume o risco e solta fogos, mas até a quem está a quilômetros de distância.

Animais
Quem tem um animalzinho de estimação sabe o quanto o barulho dos fogos provoca reações de estresse e ansiedade neles.
No desespero de fugir do barulho, eles podem ficar desnorteados, agressivos, se machucarem ou fugirem. Podem ainda sofrer ataques cardíacos, convulsões e ter a audição prejudicada.
Essas reações podem acontecer em animais silvestres também.

Com informações do site unimedribeirao

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.