8 ago 2018 às 07:44 hs |
Suspeito de matar gerente a facadas em apartamento tenta suicídio e acaba preso

Depois de assassinar o gerente José Rodrigo Chaves, de 35 anos, a facadas, durante um desentendimento, o suspeito do crime, Lucas Santos Mesquita, de 18 anos, deixou o apartamento e tentou se matar a a uma quadra do local do crime.

 

Lucas foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino, em Campo Grande. 

 

Ele tinha ferimentos no pescoço e braços devido à luta corporal que teve com o gerente. Na unidade de saúde, ele teria entrado em contradição e acabou confessando o crime. 

 

Disse, ainda, que matou José por se negar a manter relações sexuais com ele. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e teve a prisão preventiva decretada.

 

O caso

 

O corpo foi encontrado na manhã desta segunda-feira (6), em um apartamento na Rua Bahia, no Monte Castelo. José foi assassinado com nove facadas, nas costas e orelha.

 

Funcionários de uma casa de bolos que fica embaixo do condomínio de apartamentos receberam um telefonema do patrão da vítima perguntando por ele, já que não tinha ido trabalhar.

 

Um dos funcionários foi até o primeiro andar, onde fica o apartamento da vítima, e viu marcas de sangue na escada. O Corpo de Bombeiros foi acionado e o corpo encontrado na sala, só de short e sem camisa. A filha do patrão de José, que foi até o local, contou que o apartamento tinha sido cedido pelo pai dela para que a vítima morasse, já que estava há pouco tempo na Capital, cerca de 4 meses. Ele morava sozinho no imóvel.

 

 

Midiamax

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.