3 ago 2020 às 08:35 hs |
Piloto de aeronave com cocaína avaliada em R$ 28 milhões já foi preso pelo mesmo crime em MS
(Foto: Jornal da Nova)

Foi identificado como Nélio Alves de Oliveira, de 70 anos, o piloto preso na tarde de domingo (2) após fuga nos ares e tiros de advertência por aviões Super Tucanos da FAB (Força Aérea Brasileira). Nélio tem histórico político na região de fronteira com o Paraguai e também já foi preso em outra ocasião em uma avião lotado de cocaína.

Também conforme a polícia, além de Nélio foi preso o copiloto Júlio Cesar Lima Benitez, de 41 anos. Os dois foram detidos pela Força Tática da Polícia Militar de Nova Andradina, em uma região entre Novo Horizonte do Sul, Naviraí e Ivinhema.

Além disso, foi apurado que Nélio, que já foi vice-prefeito de Ponta Porã e também presidente da câmara nos anos 80, já cumpriu pena em Assunção, no Paraguai, segundo o site Ponta Porã News. Também há informação de que naquela época, em 2004, Nélio integrava organização criminosa comandada por Jorge Rafaat.

Fonte:Midiamax

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.