25 out 2017 às 16:54 hs |
Celular encontrado em cela de assassino de musicista passa por perícia

Foto: Reprodução/Facebook

O celular e o chip encontrados na cela Luís Alberto Barbosa, 29 anos, foram encaminhados para a perícia e o resultado da análise deverá sair em um prazo de 15 dias. Ele está preso no Presídio de Trânsito da Capital após ter assassinado e ateado fogo no corpo da musicista Mayara Amaral, 27 anos.

 

A vistoria na cela do assassino foi feita após a irmã de Mayara, Pauliane Amaral, denunciar que Luís estaria tendo acesso à internet mesmo preso. ”Na última semana fui até a Depac registrar um boletim de ocorrência no qual eu mostro que o Facebook do assassino da minha irmã, que está com o nome de Luis Lou, ainda está ativo e que, pior ainda, ele está online no Messenger desde a última terça-feira (17/10)”, relatou Pauliane no Facebook.

 

Após a denúncia, o perfil de Luís foi removido no Facebook. Procurado pelo TopMídia News, o advogado do autor, Conrado Passos, informou que desconhecia a informação de que o cliente estaria tendo acesso à internet.

 

Conforme a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), depois de ser flagrado com o celular, Luís foi encaminhado para uma cela disciplinar do presídio. Ele permanecerá no local por 10 dias e poderá sofrer outros tipos de sanções após o resultado da perícia.

 

Fonte:Topmidianews

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.