17 set 2020 às 13:49 hs |
Polícia Militar Ambiental de Coxim autua agrônomo por funcionar balneário, com pousada ilegalmente, inclusive, cobrando taxas para acampamento

 Policiais Militares Ambientais de Coxim realizavam fiscalização na área rural no município e localizaram ontem (16) uma propriedade localizada a 10 km da cidade, onde se desenvolviam atividades de turismo e lazer sem autorização do órgão ambiental obrigatória por lei. A atividade funcionava como balneário e camping, utilizando para balneabilidade o córrego Ribeirão Claro, com cobranças de taxas para visitante, tanto em uma pousada com disposição de piscina, como para acampamento, tudo sem o licenciamento ambiental.

Piscina na área do balneário.

O proprietário, um agrônomo de 59 anos, residente em Coxim, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. A PMA interditou as atividades e o autuado também responderá por crime ambiental. A pena é de detenção de três a seis meses. Além disso, ele foi notificado a realizar um projeto para a regularização ambiental, junto ao Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS 

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.