10 jul 2020 às 14:44 hs |
Leitos de UTI do Hospital Regional de Coxim passam a funcionar neste sábado
Foto: Augusto Marques

Em entrevista ao Jornal do Meio dia da Vale 102 FM desta sexta-feira (10) O prefeito de Coxim Aluízio São José confirmou em primeira mão, que os leitos das UTIs (unidade de tratamento intensivas) passarão a funcionar neste sábado dia 11 de julho e serão exclusivamente destinadas ao tratamento de Covid-19.

“Para trazer as informação em primeira mão, nós ontem falamos disso durante a realização da Live que traz atualização do boletim epidemiológico do município, os cinco leitos de UTI do município terão funcionamento pleno iniciado agora sábado, os leitos todos em pleno funcionamento inclusive com o comunicado aos órgãos de regulação de que esses leitores estarão disponíveis para atendimento de covid.” Disse Aluízio

O prefeito, fez um alerta quanto ao superlotamento dos leitos, pois esses além da cidade de Coxim, esses novos leitos estarão a disposição dos pacientes da região norte como também aos de Mato Grosso do Sul.

“Ao mesmo tempo que nós estamos agora de fato colocamos a disposição plena, não apenas para quem precisar utilizar aqui de Coxim, agora informando o Estado de Mato Grosso do Sul, com esse cinco leites estão à disposição de combate convid, nós temos uma preocupação muito grande também, porque à medida que Campo Grande vai superlotando seus espaços de atendimento de UTI, os espaços do interior também vão começar a receber mais gente e se a gente lotar os cinco leitos aqui em Coxim outras medidas deverão ser tomadas, porque talvez nós não tenhamos mais leitos em outras regiões. ”

Conforme o Boletim epidemiológico divulgado pelo governo de Mato Grosso do Sul, divulgado na manhã desta sexta-feira, em 24 horas, mais 590 exames deram positivos para o novo coronavírus, aqui no Estado.

Fonte:Augusto Marques

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.