31 mar 2021 às 09:15 hs |
Com surto de internações, MS bate recorde e chega a 116% de superlotação nas UTIs Covid-19

(Foto: Reprodução/Folha de S. Paulo)

Na tarde desta terça-feira (30), Mato Grosso do Sul bateu um novo recorde de superlotação das UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) Covid-19. O Estado registrou 116,01% de ocupação, ou seja, pacientes estão sendo atendidos além da capacidade hospitalar de MS.

Até agora, o índice mais alto de internações nas UTIs era de 107% de lotação, em 21 de março. No início da tarde, às 13h, eram 99% de ocupação nestes leitos. Assim, com atualização das 14h40, o salto foi de 17% a mais nas hospitalizações do Estado.

De acordo com o Painel Mais Saúde, disponibilizado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde), são 562 leitos de UTI Covid-19 e Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) existentes. Então, com os 116% de ocupação, são 652 pacientes internados no Estado.

Ou seja, são 90 pacientes sendo atendidos além da capacidade hospitalar de MS. O número de pacientes é maior que a quantidade de leitos instalados nos últimos nove dias no Estado. Em 21 de março, o estado possuía 65 leitos a menos do que hoje.

Assim, MS possui 78,50% de lotação dos leitos clínicos para as doenças. São 992 pacientes internados, das 1.265 unidades existentes. Com isso, ainda restam 273 vagas de leitos clínicos para novas internações.

Última alternativa

Apesar de ter todos estes leitos clínicos disponíveis, MS não possui mais vagas de UTIs. As unidades de terapia intensiva são a última alternativa para pacientes com quadros graves de Covid-19. Neste estágio, o infectado é intubado e recebe oxigênio para sobreviver. Além de ser acompanhado e avaliado constantemente por uma série de profissionais.

Com mais de mil casos diários e 1,4 mil novas infecções nas últimas 24h, MS possui rápido avanço de pessoas com coronavírus. De acordo com o enfermeiro Everton Lemos, doutor em infectologia e colaborador da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), o número de internações cresce junto com os casos novos.

“Quanto maior o número de pessoas infectadas, maior será a necessidade de pessoas ocupando leitos hospitalares e unidade de terapia intensiva”, explica. Então, o alto índice de confirmações no Estado faz cada vez mais pessoas precisarem de UTIs em MS.

Além disto, existem pelo menos 181 pessoas aguardando vaga de UTI Covid-19 em MS. A lista de espera foi divulgada pela SES na última segunda-feira (29) e deve ser atualizada nesta quarta-feira (31).

Fonte:Midiamax

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.