11 abr 2021 às 19:22 hs |
Sobrinho de Manoel de Barros, Luciano de Barros mais vítima de câncer
Luciano era ruralista e diretor da Acrissul; ele tinha ido para São Paulo realizar tratamento de um câncer no pâncreas
Luciano de Barros morre neste domingo vítima de câncer – Divulgação

Sobrinho de Manoel de Barros, Luciano de Barros faleceu na manhã deste domingo (11) aos 61 anos. Ele sofria com câncer no pâncreas e tinha ido com a família para São Paulo realizar o tratamento, mas não resistiu às complicações.

Luciano era ruralista e diretor da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul). Em nota de pesar, a Associação lamentou a perda dele, que foi um dos fundadores do núcleo de criadores de cavalos pantaneiros.

“Um apaixonado pelo Pantanal, pela pecuária e pela criação de cavalo pantaneiro. A associação perdida vem ao público solidarizar-se com a família e amigos do falecido, externando-se suas condolências, pedindo um Deus o providencial conforto neste momento profundo consternação “, disse o presidente da Acrissul, Jonatan Pereira Barbosa.

O secretário Estadual de Infraestrutura (Seinfra) Eduardo Riedel publicou em suas redes sociais condolências à família de Luciano. “Deixo meus sinceros sentimentos pela perda do meu amigo Luciano Barros. Um homem ímpar, de liderança forte, que sempre atuou em prol da nossa tradição pantaneira”.

O ruralista também foi lembrado pelo Sistema Famasul. “Apaixonado pelo Pantanal e suas peculiaridades, Luciano se referiu enquanto habitante do bioma, produtor rural e criador de gado, sobretudo de cavalos, sendo um dos fundadores e dirigente ativo da Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Pantaneiro”, emitiu a entidade.

O Instituto Alma Pantaneira prestou homenagens à Luciano e ressaltou que hoje o Pantanal dormirá triste.

“Sua sensibilidade perante os ciclos e trajes os pantaneiros deram a ele a posição de referência para muitos produtores. Quem dera um dia todo este respeito e se observaram como padrão de conduta a todos os trabalhadores que decidiram concretizar seus sonhos sobre este chão” .

O velório será em Campo Grande, na segunda-feira (12) a partir das 14h, no Cemitério Parque das Primaveras. 

Fonte: Correio do Estado

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.