1 fev 2021 às 08:36 hs |
Em extensa agenda na capital, Edilson Magro busca apoio para destravar economia da prefeitura de Coxim

O prefeito Edilson Magro esteve nesta quinta e sexta-feira, dias 28 e 29, cumprindo uma extensa agenda em Campo Grande, foi à Procuradoria do Estado, no Tribunal de Justiça, na Funasa  – Fundação Nacional de Saúde, participou da eleição da Assomasul – Associação de Municípios de MS e concedeu entrevista à emissora de rádio.

Com a Procuradora do Estado Fabíola Marquetti, Edilson Magro foi buscar ajuda para deliberar junto ao Tribunal de Justiça, os débitos de precatórios do município que estão atrasados desde a gestão passada há cerca de um ano e que por conta disso a cidade de Coxim está negativada. A reunião com o Defensor Público Geral de MS, Fábio Rombi, foi para buscar uma parceria entre Prefeitura e Defensoria Pública. 

Ainda cumprindo agenda na capital, Edilson Magro esteve na Funasa, para ver a viabilidade de perfuração de mais poços nas colônias São Ramão, Buriti, Alves Planalto e Cearense, nos assentamentos Nova Aliança, triunfo e toda a região rural que sofre com a falta d’água. 

Participou da eleição da Assomasul onde foi eleito presidente, o prefeito de Nioaque Valdir Couto de Souza Junior (PSDB), em dezembro Edilson já tinha recebido a presença de Valdir em seu escritório e reiterado apoio a sua candidatura. Valdir Júnior foi eleito com 91,13% da preferência.  

Em entrevista ao programa de rádio Bronca do Eli, do radialista e jornalista Eli Souza nas rádios nas rádios Diamante FM, Segredo FM e Moriá FM, Edilson Magro disse que recebeu a prefeitura em situação crítica e demonstrou convicção de que pode recolocar Coxim nos trilhos do desenvolvimento. Ele admite que a Prefeitura tem problemas de ordem financeira. Como precatórios vencidos no ano passado não foram pagos pela administração passada, existem impedimentos para que a prefeitura possa fechar contratos e convênios com outras esferas administrativas. 

Edilson Magro relatou que já se reuniu com o governador em exercício Paulo Corrêa (PSDB) e com o secretário especial do governador Reinaldo, o Sérgio de Paula, aos quais eles pediram apoio para destravar as contas da prefeitura.  Durante a entrevista Edilson pediu um pouco de paciência da população nesse início de administração e ressalta que tem contado com o apoio irrestrito dos vereadores para enfrentar os problemas iniciais da atual administração.


Fotos: Grupo Impacto e Assessoria Assomasul

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.