3 set 2018 às 07:48 hs |
Concurso do Corpo de Bombeiros tem confusão em Campo Grande e Dourados

(Foto: Arquivo Pessoa/Gabriel Kobayashi)

O concurso público para oficiais e soldados do Corpo de Bombeiros teve confusão em Campo Grande e Dourados onde as provas foram realizadas neste domingo (2). Nas duas cidades, vários candidatos que fariam o certame para o cargo de soldado não conseguiram fazer as provas.

 

Esses candidatos foram até os locais em que seriam realizadas as provas no período da tarde, mas ao tentarem entrar foram informados que as provas já tinham sido aplicadas no período da manhã. Eles alegaram que o edital que tinham previa a abertura dos portões às 13h e o fechamento às 14h.

 

No portal da instituição organizadora do certame, a Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de Mato Grosso do Sul (Fapems), o edital convocando para a realização da fase I do concurso para soldado, a Prova Escrita Objetiva, previa a abertura dos portões para os candidatos, em Campo Grande, na Uniderp, e em Dourados, na Unigran, às 6h e fechamento às 8h.

 

O secretário estadual de Administração e Desburocratização, Édio de Souza Viegas, acredita que os candidatos que não conseguiram fazer a prova tenham se equivocado no momento de ler o edital, vendo o horário do teste para o cargo de oficial especialista, que é o primeiro a aparecer na publicação, em vez do horário para o cargo de soldado.

 

“Acreditamos que eles só tenham visto esse primeiro horário e depois procurado o nome, que vai estar bem mais embaixo. Porque não tem outra explicação. Equívoco. Porque foi um grupo pequeno dentro dos 13.545 que se inscreveram para fazer o concurso que compareceu no período errado”, destacou o secretário.

 

Em Campo Grande, um grupo com aproximadamente 30 candidatos procurou no início da tarde a Delegacia de Pronto-Atendimento Comunitário Centro (Depac Centro), em Campo Grande, para tentar registrar um boletim de ocorrência sobre o caso, mas não conseguiu.

 

G1MS

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.