8 abr 2020 às 09:10 hs |
Medo do coronavírus pode causar sintomas em pessoas que não foram infectadas, diz especialista

Cuidar da saúde mental e evitar fake news são medidas de prevenção

(Marcos Ermínio/Arquivo)

A manifestação de sintomas físicos causados por um problema psicológico, a somatização, não é incomum. A exemplo disse temos a gravidez psicológica. E nessa época de pandemia do novo coronavírus (Covid-19) com muitas informações e o medo do contágio faz com que muitas pessoas desenvolvam os sintomas sem estarem infectadas pela doença.

Em entrevista à BBC News, o psicólogo e chefe da pós-graduação da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de La Salle, na Cidade do México, Emiliano Villavicencio disse: “Do coronavírus, podemos sentir a febre, a dor de cabeça e até tossir sem ter a doença. Tudo é possível”.

Aos 30 anos, um biólogo morador de Campo Grande, que prefere não se identificar contou que no começo da pandemia começou a sentir febre, dores de garganta, dores de cabeça e acabou ficando gripado.

“Eu tive sintomas de gripe no começo, não sabia se era do tempo ou se era por medo do coronavírus. Até falta de ar eu sentia. Não conseguia dormir, ficava acelerado”, disse.

A somatização é reconhecida no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais publicado pela Associação Psiquiátrica Americana dos Estados Unidos, segundo a BBC News.

E, conforme o psicólogo, a situação atual de pandemia relacionado ao medo da emergência de saúde causada pelo novo coronavírus, pode causar os sintomas da doença em alguns pacientes.

Sintomas reais e que acabam confundindo algumas pessoas, que acreditam estar com a doença, por um estado de ansiedade e preocupação. “Na somatização, se o paciente acredita que sua cabeça dói, é porque realmente dói, só que a explicação para essa dor é psicológica”, explicou Villavicencio.

Os sintomas mais comunas da Covid-19, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), são febre, tosse seca, mal-estar e dificuldade para respirar. Em alguns casos foram relatadas secreções nasais, problemas gástricos, perda de olfato, entre outros.

Fonte: Midiamax

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.