14 jan 2020 às 09:43 hs |
Cerveja mineira investigada é retirada de circulação, inclusive em MS

A determinação seguiu a recomendação do órgão regulador local

(Foto: Ilustrativa)

Depois da interdição da Cervejaria Backer, em Minas Gerais, anunciada pelo MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) na última sexta-feira (10), pelo menos duas redes varejistas – o Carrefour e Atacadão – já retiraram o produto de circulação, inclusive em Mato Grosso do Sul.

A retirada também atende a ordem do MAPA, de que os produtos da Backer não podem mais estar à venda. Foram apreendidos mais de 16 mil litros de cervejas, em caráter cautelar, em todo o país, após exames laboratoriais realizados pela Polícia Civil de Minas Gerais identificaram a presença da substância ‘dietilenoglicol’ em amostras de ao menos dois lotes da cerveja.

Uma pessoa morreu e sete foram internadas em hospitais da região metropolitana de Belo Horizonte e de Juiz de Fora desde que os primeiros casos da doença começaram a ser registrados, no último dia 30.

Todos os pacientes apresentavam insuficiência renal aguda e alterações neurológicas centrais e periféricas, o que levou a Secretaria estadual de Saúde a classificar os episódios como uma “síndrome nefroneural”. Um nono caso foi descartado pelo fato de não apresentar os mesmos sintomas dos demais e por sofrer de doença renal prévia.

Fonte: Midiamax

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.