15 jan 2020 às 08:23 hs |
Unidade de produção de suínos será inaugurada no segundo semestre em Rio Verde

Cooperativa investiu R$ 50 milhões no negócio que trará emprego e renda para a região

Uma unidade de produção de suínos será implantada ainda este ano no município sul-mato-grossense Rio Verde de Mato Grosso. Conforme informações do portal Notícias de Rio Verde, as obras no local seguem a todo vapor. A unidade multiplicadora de matrizes suínas está sendo implantada pela Cooperativa Agropecuária de São Gabriel do Oeste (Cooasgo) e recebe investimentos de quase R$ 50 milhões.

De acordo com o prefeito da cidade, Mário Alberto Kruger, a empresa trará empregos e renda para Rio Verde.“Estamos felizes porque em nossa gestão, conquistamos mais uma empresa para o nosso município e com isso, incentivamos o crescimento da cidade através da geração de novos empregos e renda. Por isso quero agradecer toda diretoria da Cooasgo, através do Diretor-Presidente, Sergio Marcon, e também do empresário e pecuarista Resala Elias, que estão investindo em nosso município”, disse o prefeito.

A Granja Rio Verde está instalada numa área de 60 hectares, com área construída de 40.556,58 metros quadrados, foi projetada para atender as atuais legislações internacionais de boas práticas de produção e bem-estar animal e será responsável por uma produção anual de mais de 40 mil matrizes.

Ainda conforme informações do portal Notícias de Rio Verde, o projeto contempla unidades para recria, gestação individual e coletiva, transbordo, quarentenário, corredor de manejo, área de seleção, almoxarifado, entre outros, sendo que todos os processos produtivos serão automatizados e as instalações climatizadas.

A unidade será uma das mais modernas unidades de produção de suínos do País, tendo como uma das principais características do projeto, o alto padrão tecnológico e sanitário, com mais de 5 mil fêmeas alojadas

Fonte: Correiodoestado

Comentários ATENÇÃO: Comente com responsabilidade, os comentários não representam a opnião do F5MS Notícias. Comentários ofensivos e que não tenham relação com a notícia, poderão ser retirados sem prévia notificação.